Pousada em Fernando de Noronha - Teju-açu

A fortaleza de Santo Antônio localizada na região do porto, em Fernando de Noronha, começou a ser cercada a pedido do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Segundo o órgão, as ruínas estão em riscos.

“Nós solicitamos o isolamento da área da ruína do Forte de Santo Antônio, em função da condição de fragilidade da estrutura, evitando a circulação de pessoas e veículos no local e garantindo a proteção do bem e a segurança dos frequentadores”, explicou a representante do Iphan na ilha, Márcia Hazin.

Quando a cerca, que está sendo instalada pela Administração da Ilha, for concluída, os turistas e moradores não devem poder mais se aproximar das pedras e a visitação deve ser feita à distância. O governo local não divulgou a previsão de quando a obra deve ser terminada.

A representante do Iphan informou que realizará visita a Fernando de Noronha entre 16 e 18 de agosto. Na ocasião, deve ser avaliada a possibilidade liberar a visitação mais próxima do monumento, bem como a instalação de placas.

Márcia Hazin informou, ainda, que está na fase final a análise de projeto de restauro das ruínas, mas não há previsão de publicação de edital de licitação para a obra.

O Forte de Santo Antônio faz parte do conjunto de fortificações construídas no século 18. Ao todo, foram erguidos dez fortes em Noronha. O local virou um ponto de visitação e contemplação no pôr do sol. Algumas pessoas escalavam as ruínas para produção de fotos, como foi registrado pelo g1.

Fonte: G1-Pernambuco