Pousada em Fernando de Noronha - Teju-açu

O uso de máscara de proteção contra a Covid-19 volta a ser obrigatório em Fernando de Noronha a partir do dia 13 de janeiro. Também a partir dessa data, a entrada na ilha fica restrita a quem apresentar o exame RT-PCR, com resultado negativo para o coronavírus, feito em até 48 horas (dois dias) antes do embarque.

Além disso, ao chegar a Noronha, é obrigatório apresentar a carteira digital de vacinação, comprovando duas doses de qualquer um dos imunizantes aprovados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), inclusive o da Janssen. Essa medida não é válida para crianças.

"Nós vimos que só com a vacinação [contra Covid], não conseguimos manter Noronha absolutamente protegida. Então, vamos voltar ao protocolo de ter que estar vacinado e o teste de RT-PCR", disse o secretário de Saúde do estado, André Longo, durante coletiva no Recife, nesta quinta (6).

O aumento no número de casos da doença no Brasil e o avanço mundial da variante ômicron motivaram essa decisão do governo de Pernambuco. "A medida visa trazer uma maior segurança para moradores e turistas", declarou a Administração da Ilha, por meio de nota.

Em Fernando de Noronha, o uso de máscara de proteção estava liberado em espaços públicos ao ar livre desde 17 de novembro de 2021. A ilha foi o primeiro lugar de Pernambuco a liberar o uso de máscara em ambientes abertos.

Na época, o governo estadual informou que a liberação foi possível porque todos os adultos de Noronha receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19 e os turistas precisam comprovar a imunização para desembarcar na ilha. Com o retorno da obrigatoriedade, a máscara volta a ser exigida em todos os ambientes da ilha.

Até a terça-feira (4), foram contabilizados 26 casos de Influeza A na ilha e 338 casos de Covid. O secretário de Saúde de Pernambuco ressaltou que todas as pessoas que apresentarem sintomas gripais, seja em Fernando de Noronha, seja em outro local do estado, devem procurar fazer exame para detectar Covid-19.

Dúvidas sobre o protocolo de entrada na ilha podem ser solucionadas com a equipe de Vigilância em Saúde de Noronha, por WhatsApp, nos números (81) 98494-0313, (81) 98494-0520 e (81) 99488-4366. O atendimento ocorre de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h.

Fonte: G1-PE